Terça-feira, 19 de Junho de 2007
O Sr. do Calendário



Na Conservatória do Registo algures nos arredores de Lisboa há um Senhor que é um conservador muito engraçado.

Depois de estarmos uma tarde a tratar da papelada para nos casarmos, eu e a minha Gata já fartos de assinaturas e de preencher papeis, olhámos um para o outro já a pensar, que seca!

Tanto papel só para um simples senhor do registo: "declaro-vos marido e mulher, podem-se beijar." A última parte era a que nós dois queríamos, dar o beijinho da praxe . Não é que já não tenhamos dado uns bem picantes e saborosos, mas aquele era especial.

Mas adiante! A senhora que nos estava a ajudar a preencher a papelada, disse-nos que teríamos de aguardar porque o senhor conservador queria falar connosco. Ficámos a pensar, será que ele quer saber se realmente fomos feitos uma para o outro e que conseguimos aturar-nos até aos últimos dias, talvez.

Mandaram-nos estar para um escritório e assim que entramos nem queríamos acreditar. Todo o escritório estava repleto de pilhas de papeis no chão, na mesa, mas pilhas que nós nem víamos quase o homem.

O Chão só tinha um espaço para umas duas míseras cadeiras de madeira, as quais não estavam abafadas por papel. Caminhámos até elas por um carreirinho livre e sempre com cuidado de não pisar algum papel mais atrevido que tapava o carreirinho.

Bem, o conservador era demais. Muito, mas mesmo muito stressado, camisinha branca, e cada vez que ele mexia na mesa centenas de papeis voavam e caíam. A minha Gata nem se atrevia a olhar para mim, se não já sabia que começávamos a rir sem parar.

A meio de uma longa conversa, com discurso do género "padre e conselheiro matrimonial " bem dedicado, eu reparei no calendário que ele trazia no bolso da camisa. Um calendário de uma Nossa Senhora.

Eu olhei para a minha Gata e chamei-lhe a atenção com os olhos para aquele pormenor altamente surrealista. Ela começou logo a rir. Só pensávamos que estávamos num filme de Felini . Nisto tocou o telefone, bem foi o caos completo.

Ninguém via o telefone e ele em gestos descoordenados e afastar a papelada só dizia: "deve estar aqui, mas ele está a tocar, deve estar por aqui."

Eu já me ria mesmo na cara do senhor, era demais!

Os papeis caíam por todos os lados da mesa, a minha Gata bem os aparava com a mão, mas sem qualquer resultado. Eu ia desviando os papeis que tapavam o fio que me parecia ser do telefone e num gesto de milagre, ele agarra o auscultador e diz: "estou, pronto, pode falar"!

depois do telefonema e mais meia hora de discursos de Teologia, saímos daquele filme.

Ao chegar cá fora rimos sem parar e a comentar: "bem vamos ficar muito bem casados, não temos dúvidas. E espero que ele não se esqueça do calendário para nos dar. ih, ih, ih, ih, ih  !

Passado um mês, chegou o dia e a hora do casamento, depois de mais um discurso teológico, ele lá disse a  celebre frase" declaro-vos marido e mulher podem-se beijar." Beijamo-nos apaixonadamente, até hoje e o calendário de Nossa Senhora ficou no bolso dele para o ajudar na desorganização do seu escritório surrealista.

Quando as coisas correm menos bem entre nós, temos uma celebre frase: "olha, que eu vou fazer queixinhas ao senhor do calendário!". E já lá vão doze anos.

 

Ass : Felino 


tags:

publicado por FELINO às 20:00
link do post | comentar | favorito
|

9 comentários:
De Maaf a 20 de Junho de 2007 às 10:08
Doze anos... Parabéns... Que casamento engraçado... é bom "ouvir" alguem a comentar isto com orgulho...


De Cristal a 20 de Junho de 2007 às 10:17
Fazias como eu amigo, não precisei de ir ao registo, pois aqui o nosso Padre trata de tudo , é certo leva dinheiro mas para quem é de cá e conhece a obra que aqui existe esse dinheiro é bem empregue.
Infelizmente ou felizmente não posso fazer queixinhas ao Sr.Padre porque ele já não se encontra entre nós, mas como diz o ditado: nada como a bonança depois de uma tempestade
Parabéns pelos vossos 12 anos e que se mantenham por toda a vida.....
Não sabia que tinhas este blog
cristalinos para ti e para a tua Gata


De blogando-me1 a 20 de Junho de 2007 às 15:44
Como eu me ri com a tua descrição do casamento civil. O homenzinho era mesmo stressado. Mas ficas-te bem casado, disso não restem dúvidas, . Eu quando me casei, nem as reuniões fui, pois aqui o sr. Padre decidiu que não me casava ao domingo no mês de Agosto e eu insisti, mas nada. Fui casar a outra freguesia. Quando chegamos estivemos a espera prq estava a decorrer um baptizado, casamento apressado, prq a seguir já estavam outros a espera e durante muito tempo, um primito que hoje já é um homem, se questionou se realmente a gente tinha casado, prq o Padre não mandou dar o beijo na noiva, . E já la vão 18 anos desde esse dia.
Parabéns pelos teus 12 anos de casado e um beijão na tua gata, sem esquecer a princesa que leva um big
Bjs fofos


De Cristal a 21 de Junho de 2007 às 10:46
Desafiei-te no meu blog, sorry....
cristalinos


De blogando-me1 a 22 de Junho de 2007 às 16:44
Passei só para desejar um bom fim de semana.
Big na princesa.
Bjs fofos


De MT-Teresa a 22 de Junho de 2007 às 19:57
Parabéns pelos 12 anos aos dois.

Tens uma nomeação, quando quiseres vai lá ver.

Beijinhos e BFS

teresa


De tulipabranca77 a 23 de Junho de 2007 às 02:48
Fugiram do padre para não ouvir sermão e foram encontrar um conselheiro matrimonial.Lindo bjs tulipa branca


De Lua de Sol a 19 de Outubro de 2007 às 10:45
E com a ajuda do senhor do calendário lá ficaram vocês com mais uma daquelas deliciosas frases cúmplices e muito nossas que fazem as delícias de um casamento:)

Bjs


De FELINO a 19 de Outubro de 2007 às 10:49
É verdade, ainda hoje nos rimos bastante com esta frase e você sabe bem com quem eu riu, Gata Sardenta . Sim é ela a minha mulher.

aaaahhhh esta não esperava
Beijos


Comentar post

mais sobre mim
online
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
17
19

20
22
24
26

27
28
29
30
31


links
pesquisar
 
posts recentes

Partida

Um armazém nas maminhas!

Fato de gala para Jogar!

Estou farto!

O GATO

arquivos
tags

todas as tags

eXTReMe Tracker
blogs SAPO
subscrever feeds